Weby shortcut 1a5a9004da81162f034eff2fc7a06c396dfddb022021fd13958735cc25a4882f
Logo do Programa

DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO E SUSTENTABILIDADE NA REGIÃO DOS CERRADOS

 

Créditos: 3

 

Ementa

A ampliação e expansão da fronteira agrícola brasileira, principalmente a partir da década de 1970, impactou fortemente o bioma cerrado. f. agricultura intensiva, a monocultura e a pecuária de corte voltadas para a exportação transformou as relações agrárias (sociais, culturais, econômica! e ambientais)no centro-oeste brasileiro. Essa disciplina buscará estabelecer as interelações entre as políticas públicas (agrárias e agrícolas) e m grandes projetos de desenvolvimento para a região (JICA, PRODECER, POlOCENTRO, REFORMA AGRÁRIA)e seus impactos na sustentabilidadE (econômica, social, cultural e ambiental) na região dos cerrados, e em particular no Estado de Goiás.

Bibliografia

ABRAMOVAY, R. Moratória para os cerrados? elementos para uma estratégia de agricultura sustentável. Consórcio Atech!Museu Emilie Goeldi/Procan, Agenda 21, 1999, mimeo.
AlENCAR, G. O Polocentro e o Desenvolvimento do Centro-Oeste. Brasilia, DF, 33 p. 1999
ASSAD, E.D., ASSAD, M.l.l. Cerrado brasileiro: possibilidades e alternativas para produção e preservação. Brasilia, 1999. Texto preparado come subsídio à formulação da Agenda 21, área temática ? agricultura sustentável.
BORGES, Mauro. A Conquista do Cerrado: uma proposição para duplicar a produção de grãos. Senado Federal, 1985. 87 p.
CARUSO, Rubens. The Brazilian Cerrado: Development, Conservation and Sustantability. Campinas, Fundação Cargill, 1997. 112 páginas. CUNHA, A. S.; MUELlER, C. C.; AlVES, E. R. A. & Silva, J.E. da. Uma
avaliação da sustentabilidade da agricultura nos cerrados. In:
FAZIO, luciano. Pensando Goiás (Dados sócio-econômicos do Estado de Goiás). In: adernos de Consulta do IFAS. Número 01. Goiânia. 1.993. DUARTE, laura Maria G. (org). Tristes Cerrados: Sociedade e Biodiversidade. Brasília: Paralelo 15, 1998.
FIGUEIREDO, Vilma de M.,TRIGUEIRO, Michelangelo. O processo de modernização nas fronteiras agrícolas: A região geo- econômica de Brasíli" Série Sociologia n° 59. Brasília. UnB, 1986.
FÓRUM Goiano de ONG?s. Subsídios para o estudo e ações no bioma cerrado Goiânia-GO. 1991.
FÓRUM Internacional de ONG?s. Tratado Sobre Cerrados. Rio de Janeiro. 1993.
HOGAN, Daniel J, Vieira, Paulo F. Dilemas socioambientais e
desenvolvimento sustentável. Campinas: Editora da Unicamp, 1992. p. 73 a 101.
IBGE. Região do Cerrado: uma Caracterização do Espaço Rural. Rio de
Janeiro, 1979.335 p.
IFAS. Instituto de Formação e Assessoria Sindical Rosa da Paz. Impactos do Mercosul em Goiás. Cadernos de Consulta n° 03. Goiânia, 1994. KLlNK, C.A.; MACEDO, R.F.; MUEllER, C.C. De grão em grão o Cerrado
perde o espaço? Cerrado: impactos do processo de ocupação. WWFPROCER.
Brasília, DF. 1995.86 p.
MACHADO, Vilma F. Desenvolvimento Desigual: Sudoeste de Goiás. Programa de Mestrado em História das Sociedades Agrárias!UFG, 199E Dissertação de Mestrado, 190 p.
MARTIN, Paulo San e PElEGRINl, Bernardo. Cerrados: uma ocupação
Japonesa no campo. Rio de Janeiro: Editora Codecri, 1984. 163 p.
MUllER, Charles. Políticas governamentais e a expansão recente da
agropecuária no Centro-Oeste. Planejamento e Políticas Públicas, n. 3, p. 45-73,1990. 51p.
PÉRET, Frei Rodrigo de Castro Amédée. Meio Ambiente, Fome e Miséria: Um Caso do Cerrado Mineiro.. In: Subsídio: texto para reflexão e estude Brasilia. INESC. 1994.
PINTO, Maria Novaes (Org.). Cerrado: Caracterização, ocupação e perspedivas.Brasília. Editora UnB. 1990.
PIRES, M.O. Desenvolvimento e sustentabilidade: um estudo sobre o Programa de Cooperação Nipo-Brasileira para o Desenvolvimento do Cerrados (PRODECER). Brasília, 1996. Dissertação (Mestrado) ? Instituto de Ciências Humanas, Universidade de Brasília.
REPETTO, R. World enough and time. New Haven: Yale University Press,1986.
FIElD, B. C. Economia ambiental ? una introducción. Colombia: McGraw HiII, 1995. 587p.
RODRIGUES, W. Avaliação econômica dos impactos econômicos da produção agrícola nos cerrados brasileiros. In: CONGRESSO BRASilEIRO DI ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 37., Anais... Foz dolguaçu, Paraná: SOBER, 1999.
SACHS, Ignacy. Caminhos para o desenvolvimento sustentável! organização: Paula Yone Stroh. ? Rio de Janeiro: Garamond, 2000.
SAUER, Sérgio, FAZIO, luciano. O Fundo Constitucional o Centro-Oeste e o PROCERA em Goiás. In: Cadernos de Consulta do IFAS. Número O, Goiânia, IFAS, 1994.
SDUMA, Secretaria do Desenvolviemtno Urbano e Meio Ambiente do Estado de Goiás, ITS -Instituto do Trópico Subúmido!UCG. Subsidios par, uma política de planejamento ambiental e organização do espaço. Goiânia, 1991.
SHIKI, S. Sistema agroalimentar no cerrado brasileiro: caminhando para o caos? In: SHIKI, S.; SilVA, J. G. Agricultura, meio ambiente I sustentabilidade do cerrado brasileiro. Uberlãndia: Embrapa, 1997. p. 101-152.
SHIKI, S., Silva, J.G., ORTEGA, A.C. (Orgs.). Agricultura, meio ambiente e sustentabilidade do Cerrado Brasileiro. Uberlândia: EMBRAPAlCNPAMf. 1997. P. 257-266.
SIlVA, José Graziano da. A nova dinâmica da agricultura brasileira. Unícamp? Instituto de Economia, 2a Edição? 1998. 52p
UFG - Universidade Federal de Goiás. Projeto de Domesticação de Plantas do Cerrado e sua Incorporação a Sistemas Produtivos Regionai~ Goiânia-GO. UFG 1.995.
VEIGA, José Eli da. O desenvolvimento agrícola: uma visão histórica. São Paulo: Edusp!Hucitec, 1991. p. 21
WAlDECY, R.; NOGUEIRA, J.; IMBROISI, D. Avaliação Econômica da Agricultura Sustentável: o caso dos Cerrados Brasileiros. Cadernos di Ciência & Tecnologia, Brasília, v.18, n.3, p.103-130, set./dez. 2001.
WWF. Cerrado: Processo de ocupação e implantação para a conservação e utilização suntentável da sua biodiversidade biológica. Brasilia. Mimec 1994.
______' PRÓ-CER. De Grão em Grão o Cerrado perde espaço: Cerrado Impactos do Processo de Ocupação. Brasília, 1995.

 

 

Listar Todas Voltar