Weby shortcut 1a5a9004da81162f034eff2fc7a06c396dfddb022021fd13958735cc25a4882f
Logo do Programa

Apresentação

Actualizado en 24/02/17 12:16 .

O Programa de Pós-graduação em Direito Agrário da Universidade Federal de Goiás – UFG se constitui em um espaço acadêmico de reflexões sobre o Direito, especialmente sobre o Direito Agrário, propondo-se e tendo como objetivos gerais capacitar e aperfeiçoar profissionais destinados a compor os quadros para a docência e a pesquisa de instituições de estudos superiores da Região Centro-oeste, do Brasil e, em perspectiva mais ampla, Latinoamericana e Global.

A finalidade precípua do Programa é estimular a atividade acadêmica, por meio da capacitação de profissionais aptos à reflexão, ao uso e à construção de instrumentos jurídicos com o fito de promover o desenvolvimento socioeconômico associado ao uso da terra, das territorialidades e dos recursos naturais e sua função socioambiental. De outro lado, construir e difundir conhecimentos adequados às exigências regionais dos setores público e privado, promovendo a integração das diversas práticas econômicas relacionadas à terra – a posse e propriedade agrárias, as atividades agroalimentar, agroindustrial, extrativista e biotecnológica, entre outras – para estimulo e criação de um campo teórico e de pesquisa em direito agrário e desenvolvimento. Em consequência, formar uma cultura jurídica e social sedimentada no Direito Agrário, solidamente fundada numa perspectiva transdisciplinar, na abordagem complexa do direito e suas relações imprescindíveis com áreas afins.

A história do Programa de Pós-graduação em Direito Agrário da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Goiás, primeiro curso de mestrado em direito agrário do Brasil, é longa e caracterizada por um permanente compromisso com a realidade social. Criado em 1977 e instalado em 1985, em consonância com a vocação agrária da região Centro-Oeste, o mestrado foi precedido de cursos de especialização e de extensão com identidade agrária e de defesa dos direitos do “homem do campo”.  

Todas las páginas Volver